Follow by Email

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Projeto financiado por americanos pretende coletar lixo do Seridó por trinta anos.

Diretores, prefeitos e diretor-executivo da ADESE reunidos nesta sexta-feira. Foto: Blog Marcos Dantas.
Nesta última sexta-feira (29), diretores da empresa EBDR reuniram-se na ADESE, juntamente com os prefeitos de Caicó, Roberto Germano, de São Fernando, Genilson Maia, e o diretor executivo da Agência. O objetivo foi apresentar o projeto de destinação de lixo para as cidades do Seridó, utilizando uma licença de trinta anos concedida pelos municípios.

“Pretendemos escolher uma área em Caicó que esteja de acordo com as regras ambientais para instalar a empresa. Vale ressaltar que não terá custos para o Município e, através da licença, poderemos coletar o lixo para ser reciclado como matéria-prima em fábricas que reciclam resíduos sólidos. É uma forma de resolvermos o problema do lixo de forma definitiva”, afirmou Nazareno Neres, Consultor Internacional de Energias Renováveis.

O Projeto de destinação de resíduos sólidos surgiu na Alemanha e é financiado por um grupo de americanos. O lixo é 100% destinado à reciclagem, transformando-se em energia eólica por meio de uma tecnologia denominada gaseificação. 

"A proposta é que Caicó, por ser sede região, possa ter a empresa instalada para a coleta do lixo das 25 cidades do Seridó. Nós temos um consórcio dos Municípios e vamos marcar uma nova reunião com os Prefeitos para que possamos ter alguma definição mais clara”, destacou Roberto Germano.

Para o Prefeito de São Fernando, Genilson Maia, a ideia é bastante interessante e pode ser a solução para a destinação dos resíduos. “O que eles querem é uma concessão do Município para garantir o fornecimento do lixo por trinta anos, sem custos para as cidades. Eu acho interessante, pois vamos resolver esse problema do lixo por um custo muito baixo e ainda teremos a oferta de emprego para a região", explicou ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Adese agradece o seu comentário!