Follow by Email

quinta-feira, 14 de junho de 2012

SEMARH, ANA e CBH PPA realizam reunião em Caicó-RN para discutir providências urgentes no equacionamento dos conflitos pelo uso da água no rio Seridó

Na próxima segunda-feira, 18 de junho de 2012, A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (SEMARH) juntamente com a Agência Nacional das Águas (ANA), e com apoio do Comitê da Bacia Hidrográfica do rio Piancó-Piranhas-Açu (CBH PPA), que possui sua sede em Caicó-RN, estarão reunidos, pela manhã, no auditório do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Caicó-RN, para discutir com a sociedade, sobre as providências urgentes no equacionamento dos conflitos pelo uso da água no rio Seridó.

Como é do conhecimento, o Estado do Rio Grande do Norte, assim como todo o semiárido nordestino, está vivenciando um ano extremamente seco, registrando precipitações muito abaixo da média histórica. A afluência de vazão tem sido praticamente nula, contribuindo para uma diminuição nas disponibilidades hídricas. Este fato associado ao aumento da demanda tem gerado diversos conflitos pelo uso de recursos hídricos.

Nas últimas semanas a SEMARH e a ANA tem sido procurada por usuários da Bacia do rio Piranhas-Açu, reportando-os diversos conflitos relacionados com o uso dos recursos hídricos. 

ENTENDA

No Rio Grande do Norte existem vários rios de domínio da União, sendo um deles o rio Seridó, afluente pela margem direita do rio Piranhas-Açu. Neste rio existem 02 (dois) reservatórios: o Boqueirão de Parelhas, com uma capacidade de armazenamento de 84,8 milhões de m³; e o Passagem das Traíras, com uma capacidade de armazenamento de 49,7 milhões de m³. Atualmente o volume da água armazenado nestes reservatórios são de 52,8% e 45,8%, respectivamente. É importante lembrar que estes dois reservatórios perenizam os trechos de rios a jusante.


Ivanilson Barros Júnior
Assessor Comunicação Centro de Apoio ao CBH PPA
Rua Otávio Lamartine, 891, Centro - Caicó-RN
Tel.: 84 3417-2948 - Cel.: 8896-1840
CEP 59300-000


Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Adese agradece o seu comentário!