Follow by Email

domingo, 15 de julho de 2012

Seminário discute novas ações para a bacia leiteira de Seridó (RN)


Diversas instituições marcaram presença no "Seminário e Lançamento do Diagnóstico da Bacia Leiteira do Território da Cidadania", em Caicó-RN
A pecuária leiteira apresenta-se hoje como uma das principais atividades econômicas do Território de Seridó, no Rio Grande do Norte. Com o intuito de impulsionar a produção leiteira da região, representantes da Secretaria do Desenvolvimento Territorial do Ministério do Desenvolvimento Agrário (SDT/MDA), do Território da Cidadania e da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Seridó (Adese), reuniram-se nesta sexta-feira, 13, em Caicó (RN), para traçar estratégias para o setor. 

A abertura do Seminário sobre a Bacia Leiteira do Território do Seridó contou com a presença do delegado estadual do MDA, Raimundo Costa, que destacou o papel do evento para uma maior rentabilidade da bacia leiteira. “O seminário é fruto de uma articulação das entidades que compõem o Território da Cidadania do Seridó, e, focado, especificamente, em uma atividade produtiva de alto impacto na economia do território”, afirmou. 

Segundo o delegado, o objetivo principal do encontro é a apresentação e entrega à sociedade de um diagnóstico da bacia leiteira de Seridó, feito entre abril e setembro de 2010, em comunidades rurais dos 25 municípios abrangidos pelo Território da Cidadania da região. O estudo, que teve apoio da SDT/MDA, foi produzido por pesquisadores que visitaram os criadores de gado leiteiro durante quatro meses, para catalogar informações sobre os aspectos econômicos, geográficos, políticos e sociais em que estão inseridos. Inclusive quais os municípios com maior participação na cadeia produtiva. 

“Inicialmente, o estudo partiu de uma necessidade da região, tendo em vista que a cultura da pecuária é bastante forte. Estamos em pleno ápice de produção e essa região produz mais de 90 milhões de litros de leite por ano. Aproximadamente 80% dessa produção é de agricultores familiares pronafianos. O diagnóstico também apresenta dados relevantes do ponto de vista da produção e da ocupação de mão de obra, com recortes interessantes, como a atividade agrícola, onde a presença de agricultores de 15 a 49 anos corresponde a 47%.”, salientou Raimundo. 

Manual
O assessor do Ministério do Desenvolvimento Agrário César Oliveira destaca que a bacia leiteira de Seridó é a maior do Rio Grande do Norte. “É importante identificar essa cadeia produtiva do leite para discutir ações integradas que possam fortalecê-la no estado. O diagnóstico traz as razões que levam à limitação na produção e busca alternativas para aumentar a produtividade”, disse César Oliveira. 

Entre os temas discutidos no encontro estão o Programa de Aquisição de Alimentos – Leite (PAA-Leite), assim como o Plano Safra da Agricultura Familiar 2012/2013, lançado este mês pelo ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas. Dentre as políticas públicas do ministério para o setor, destacam-se, ainda, o  Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), por meio do crédito rural, e o Programa de Garantia de Preços Mínimos da Agricultura Familiar (PGPM-AF). 

As atenções durante o evento também voltaram-se para o novo manual de diretrizes do Programa de Apoio a Projetos de Infraestrutura e Serviços nos Territórios Rurais (Proinf), que foi publicado recentemente. 

Ivanilson Barros Júnior
Assessor de Comunicação Centro de Apoio ao CBH PPA
Rua Otávio Lamartine, 891, Centro - Caicó-RN
Tel.: 84 3417-2948 - Cel.: 8896-1840
CEP 59300-000

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Adese agradece o seu comentário!