Follow by Email

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Pesquisador da FAPERN coleta dados na ADESE sobre programa de políticas públicas em Territórios da Cidadania

Pesquisador Dr.  Wagner de Sousa Leite veio na sede da Agência entrevistar formalmente parceiros do Território da Cidadania do Seridó, para coletar dados.
A Agência de Desenvolvimento Sustentável do Seridó (ADESE) recebeu hoje, 17 de outubro, o professor Dr.  Wagner de Sousa Leite, na sede da Agência. O pesquisador veio entrevistar formalmente parceiros do Território da Cidadania do Seridó, para coletar dados sobre a pesquisa financiada pela Fundação de Apoio a Pesquisa do RN (FAPERN).

A pesquisa se dá em dois territórios situados no Rio Grande do Norte: O Territórios de Mato Grande/RN  e o Território da Região do Seridó, desde de 2011. O professor Dr.  Wagner de Sousa Leite faz pesquisas nas áreas de Desenvolvimento rural e Territorial, Segurança Alimentar e políticas públicas . Atualmente leciona na Universidade Federal São Carlos-SP, mas é  ex- docente de Gestão de Políticas Públicas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

"Acompanho há dois anos esses territórios, participei de sete reuniões no Seridó, no Mato Grande, sete. A dificuldade em Mato Grande foi a falta de  documentos, nesse caso, optei por conversas e acompanhamento com os dirigentes do colegiado. No caso do Seridó, tive acesso a plena documentação, onde meu foco era analisar documentos sobre a execução dos projetos, não sobre a participação", esclareceu.

A importância de uma pesquisa dessa intensidade é que a partir da análise do exemplo destes territórios, identificará elementos que possam melhorar o desempenho de todas as políticas, como obstáculos postos na execução da política e elementos que favoreçam sua superação.

Sobre a publicação da pesquisa, o professor esclareceu dizendo: "os dados serão publicados no próximo ano (2014), parte do resultado da pesquisa vai sair com capitulo de livro que está sendo elaborado por professores da universidade federal do RN, a ideia é que o livro reúna pesquisadores de diversas temáticas, mas todas tem o Seridó como objeto de estudo. O título do livro, provisoriamente, "Para Ler o Seridó", explicou o pesquisador.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Adese agradece o seu comentário!