Follow by Email

domingo, 6 de janeiro de 2013

Plásticos espalhados na Ilha de Santa´Ana são apenas uma pequena amostra do problema do lixo

Mutirão recolheu muito plástico despejado no chão

A visão de plásticos ou garrafas na Ilha de Santa´Ana é só uma pequena amostra do problema do lixo. Frequentadores têm sua cota de responsabilidade, é verdade, mas, em boa parte, o lixo encontrado na Ilha de Santa´Ana também é descartado não apenas pelos frequentadores, mas também por alguns estabelecimentos instalados no local.

Muitas vezes, funcionários dos quiosques depositam o lixo no leito do rio, e outras chegam a derramar no chão, por não disponibilizarem simples lixeiras. “A Ilha foi transformada em um depósito de lixo, resta a nós pedirmos aos frequentadores, e a todos aqueles que estão vendendo seus produtos, serviços que tenham bom senso, consciência, não joguem lixo no rio, joguem nos coletores disponibilizados”, disse Francisco Pereira, frequentador do lugar.

A sujeira que se encontrava a Ilha antes do mutirão já foi vista em outras oportunidades, suja e com muito lixo. Este é apenas mais um flagrante entre tantos, e mais um, entre tantos danos. O lado mais cruel talvez seja a depredação que vem sendo vista, como bancos quebrados, banheiros sem manutenção e os camarins do anfiteatro que se encontram abandonados há muito tempo, sem manutenção. Há outro problema que vem sendo denunciado: a criação irregular de gatos no local “ao lado do anfiteatro, onde estão juntando muitos gatos, já vi várias pessoas levando ração e restos de comida para ele, às vezes o mau cheiro é insuportável, e bem perto fica um depósito de lixo (...) ninguém toma providência com aquela infestação de gatos de rua”, frisa outro frequentador.

A Ilha se encontra hoje com vários problemas acumulados: lixo amontoado em vários pontos; falta de recolhimento regular dos depósitos; bebedeiras que por lá ocorrem, que deveriam ser fiscalizadas e se possível reprimidas – Há flagrantes de pessoas quebrando e arremessando garrafas em festas que ocorrem no espaço; buracos nas calçadas, banco quebrados, bueiros sem tampa e a falta de um rigor maior com os permissionários dos quiosques - há também drenagens irregulares de esgoto ao lado da praça de alimentação, que tem descido para o poço de Santa´Ana, causando mal cheiro e poluição da água.

Como se vê, os problemas são muitos, mas que levam a um único ponto: falta de gerenciamento e também de uma manutenção eficaz, além de uma fiscalização mais rigorosa da Polícia Ambiental que possui um destacamento no local.

O mutirão, além do exemplo de educação ambiental e cidadania, foi uma boa oportunidade de chamar atenção não só para a população, mas também para as autoridades políticas. É preciso mostrar que a população está de olho na ausência deles, e conscientizar a população usuária que tem sujado o local e cobrar da secretaria responsável, zelo e limpeza dos espaços públicos. “Tais ações podem se estender a outras partes da cidade e deve ser encarada com muito orgulho e satisfação”, disse Andréia Nóbrega, organizadora do evento.

Ivanilson Barros Júnior
Assessor de Comunicação Centro de Apoio do CBH PPA
Rua Otávio Lamartine, 891, Centro - Caicó-RN.
Tel.: 84 3417-2948 - Cel.: 8896-1840
CEP 59300-000

Um comentário:

  1. Parabéns pela matéria que tratou de um assunto realmente importante para a nossa cidade, ao contrário dos outros blogs locais que se preocupam mais com assuntos desinteressantes para o bom desenvolvimento da nossa cidade como, por exemplo, matérias que vão desde assuntos policias às "roupas usadas pelas primeiras-damas e seus penteados", dentre outros temas de interesse político, assuntos que não se referem à nossa cidade e que visivelmente reflete aos interesses pessoais dos próprios editores dos blogs.

    ResponderExcluir

A Adese agradece o seu comentário!